A importância de lavar sua louça suja

Lembro bem de como minha mãe me desafiava durante minha adolescência a ter um dia uma casa limpa e organizada. O motivo? Eu era aquela adolescente que um dia foi a criança que os pais não só não ensinou como não cobrou que lavasse a própria louça.

Foi durante a adolescência que a avó de um namorado da época me fez alguns comentários (de forma muito, muito doce e didática) e passei a refletir sobre a importância de lavar a louça que usasse, fosse na casa aonde eu morasse sozinha ou num lugar aonde coletivamente se usasse a cozinha.

Morando com mais estudantes na Irlanda (jovens da Espanha, República Tcheca, França, Bélgica…) passei dias e noites de fúria porque senti na pele como é desrespeitoso chegar em casa cansada e ainda ter que lavar a louça dos outros antes de poder fazer a própria comida e então matar uma fome de leão. Foi complicado mas conseguimos nos alinhar e lá em casa ficou definido que depois de usar tinha que lavar, e ponto final.

Morando sozinha senti o vento da liberdade sob minhas asas, e quando não estava afim eu simplesmente não lavava a louça! Já deixei uma pilha de pratos e panelas sim, mas eu sentia na hora de limpar tudo aquilo quão agradável seria se eu só precisasse lavar a metade. A minha procrastinação tinha um preço.

Lavar ou não a louça que você usa diz muito sobre você:

1- Você se responsabiliza pelos seus atos?

2- Você assina embaixo do que disse baixinho?

3- Você tem respeito pelas pessoas e pelo bem estar que elas merecem tanto quanto você?

4- Você leva a sério sua higiene pessoal, a higiene do local aonde você dorme e de onde passa a maior parte dos seus dias?

5- Você é humilde o suficiente para molhar/sujar suas mãos para lavar pratos que não são seus como símbolo de gratidão/caridade/serviço?

6- Você resolve a sujeira que faz na sua vida e na vida dos outros?

Espero que você possa ter respondido mais “sim” que “não”.

Ah, antes que eu me esqueça:

Sempre haverá louça para lavar, então evite perder seu tempo com você sabe o que!